Como posso descobrir a minha missão no mundo?

Sabemos que o espiritismo não é representado por uma pessoa, mas cada um, através de seus esforços próprios tenta passar adiante seus conhecimentos aos seus semelhantes. Na condição de amigo e não na de porta voz da doutrina do Cristo, vou tentar lhe explicar, a luz do meu entendimento como espírita e referências em algumas obras, uma questão levantada por companheira de ideal religioso.


Como posso descobrir a minha missão no mundo?

Eu vejo que essa é uma dúvida muito comum entre os espíritas. Muitos palestrantes nos dizem que temos uma missão, e logo nos inquietamos tentando descobrir qual a nossa. Olhamos para nossa vida, não vemos acontecimentos importantes e ficamos na expectativa que um médium venha nos dizer, por revelação espiritual, qual a missão que nos compete. Na verdade, isso geralmente não acontece.


Madre Tereza de Calcutá era uma professora do colégio de freiras onde trabalhou por vinte anos, exercendo sua atividade comum, mas certamente esperando algo mais de si mesma, quando um dia ao realizar uma viagem de trem viu um pobre homem caído, que não conseguia se mover chamando-a com a mão. Ao se aproximar do homem, pode ouvi-lo lhe dizer:
_ “Tenho sede”.
Voltando para o convento ela reparou em uma estátua do Mestre de Nazaré na cruz. Abaixo da estátua havia uma frase:
_ “Tenho sede”.
Pela primeira vez ela percebeu que há dois mil anos Aquele homem tinha sede e lhe pedia auxílio através dos necessitados de toda ordem, e em Calcutá eles eram abundantes.

Embora existam verdadeiros missionários do Cristo na terra, a maioria de nós não tem propriamente dizendo missões, nesse grau da de Madre Tereza, Gandhi, Kardec, Chico Xavier: e tantos outros. A maioria de nós possui missões bastante dignas, mas de menor expressão para a sociedade como um todo. Vou explicar melhor mais abaixo, primeiramente, veja essa resposta dada a Kardec pelos espíritos quando responderam a questão 132 do Livro dos Espíritos.

132. Qual o objetivo da encarnação dos Espíritos?
“Deus lhes impõe a encarnação com o fim de fazê-los chegar à perfeição. Para uns, é expiação; para outros, missão(...)”

No segundo livro de André Luiz, Os Mensageiros, em um capítulo reservado as experiências de espíritos que não completaram sua missão devidamente, vimos que muitos tinham missão junto a instituições espíritas, geralmente como médiuns ou doutrinadores, outros palestrantes ou tarefeiros.
Entre as missões de cada um existiam missões particulares, como auxiliar o reerguimento de um filho, de irmãos ou pessoa próxima.A maioria deles possuía também resgates a serem feitos, devido a débitos contraídos no passado, ou seja, a encarnação tinha um duplo sentido, missão e expiação ao mesmo tempo.

Mas quero chamar a atenção para a primeira frase da resposta:
“Deus lhes impõe a encarnação com o fim de fazê-los chegar à perfeição.(...)”

O nosso verdadeiro objetivo como seres encarnados é a busca da perfeição, sendo assim, tudo o que façamos que concorra para auxiliar-nos a atingir esse objetivo, representa para nós uma atividade rumo ao cumprimento de nossa verdadeira missão.

Genericamente, a missão de cada um de nós e atingir a nossa perfeição.

Voltando ao ponto em que disse que possuímos, alguns de nós, missão muito digna mais sem maior relevo para sociedade, lembremo-nos que, o espírito de Lívia, mulher do senador Públio Lentulus do livro Há 2000 anos, era um espírito altamente evoluído, não realizou grandes obras, não se envolveu com a política, foi simplesmente mulher do senador, mas objetivava na verdade resgatar o espírito embrutecido de seu marido para Jesus, e conseguiu e ele se tornou Emmanuel que dispensa comentários.

Essa mesma situação se repete nos outros romances de Emmanuel. Em 50 Anos Depois, Célia vem auxiliar no reerguimento de seu amado, mas não deixou de deixar sua marca, como acontece comumente com esses elevados espíritos que vêem a Terra. Célia negou-se a si mesma, viveu como pobre embora filha de nobre, com identidade trocada em favor de sua genitora.

Podemos, porém, ser mais específicos. Stephen Covey, um autor americano que escreve sobre o auto gerenciamento nos deixou um exercício fascinante que nos ajuda a identificar nossa missão.

Exercício

  • Imagine-se num caixão, sendo carregado em seu funeral, sendo acompanhado por diversas pessoas, entre os quais estão os familiares, os amigos, os colegas de trabalho e os religiosos de sua crença.
  • Imagine diversas pessoas desses grupos. Imagine que em cada grupo exista um orador que irá fazer um discurso sobre você.
    Família, amigos, trabalho e religião.
  • Que tipo de pessoa você gostaria que cada orador tivesse descrito? Quais as contribuições e conquistas você gostaria de ver recordadas.
  • Olhe para cada pessoa a sua volta. Qual papel gostaria de ter desempenhado na vida delas?
  • Basicamente, as respostas que obtiver são a descrição da sua missão.
Veja também: Áudio do artigo, Todos os artigos, Os dez livros mais importantes da Doutrina Espírita, Distúrbios Sexuais, Auxílio Fraterno, Palestra - Finalidades da Reencarnação

Além do que foi dito acima, outro ponto deve ser lembrado.

Mesmo que um homem não tenha vindo ao mundo com uma missão, ele poderá se erguer e começar um empreendimento em benefício do próximo, e não faltarão espíritos bem feitores a lhe auxiliar. Conforme esse homem demonstre capacidade de servir, mais e mais serviços lhes serão conferidos.

Não é difícil compreender essa idéia, sabemos que são poucos aqueles encarnados com quem a espiritualidade superior pode contar, assim sendo, quando alguém demonstra que é digno da confiança superior, quando o trabalhador está pronto, o serviço aparece.

Comente esse artigo: Precisamos de seu comentário para melhorar nossos artigos!!!

46 comentários:

  1. Maravilhoso o artigo, devemos amar e ajudar o nosso próximo, e deixar que a missão seja feita sem objetivos pré-formulados.

    ResponderExcluir
  2. Soraya Marcia Faria11 de junho de 2009 17:54

    Estou feliz por ter encontrado a palavra que alivia e estimula nossa vida a ajudar o próximo e a entender os que estão junto a nós a nos perturbar e fazendo com que reflitamos a todo o instante sobre o porque.

    ResponderExcluir
  3. Sempre tive este mesmo questionamento comigo, sobre qual a minha missão, e é muito difícil encontrar a resposta, mas como a espiritualidade amiga é sempre maravilhosa, tive a oportunidade de ler este artigo e ter uma melhor compreensão.
    Obrigado Mestre pela oportunidade.

    ResponderExcluir
  4. Com certeza a perfeição é a meta. E os ensinamentos do Mestre Jesus o Caminho, a Verdade e a Vida.
    O Mestre de maneira muita simples nos revelou este caminho: Amar a DEUS, amar o próximo e amar si mesmo.
    Portanto, a nossa missão é AMAR. Único caminho para chegarmos a esta perfeição.
    Todos temos essa missão: AMAR.
    Muita Paz.
    Valtencir

    ResponderExcluir
  5. Nossa missão é atingir a perfeição,
    atingir a perfeição é saber amar...
    ainda não sabemos amar...
    Viva e aprenda a amar incondicionalmente.
    Faça obras de amor, mesmo que essas sejam a longo prazo.
    Não espere retorno,apenas ame.
    A.Coelho

    ResponderExcluir
  6. Este é um artigo muitíssimo bom, eu que sou espírita, bem sei, e portanto está do tamanho certo, bem expressado e muito bem colocado. Todos os dias eu tento fazer um pouquinho, para que um dia eu alcanse meu objetivo, de me tornar uma pessoa melhor para DEUS.
    Que assim seja.

    ResponderExcluir
  7. Gostaria de saber de vocês se posso postar algumas destas mensagens em meu blog, pois são assuntos que me interessa repassar para os amigos que visitam meu blog. Como não encontrei o campo para contato estou vindo através deste, pois sei que vocês vão ler. Agradeço pela atenção com respeitoso cumprimento.

    aparecidacamilo@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Olá aparecida, sem problemas.

    Se você puder citar a fonte, ficaríamos muito agradecidos.

    www.espiritismobr.com.br

    ResponderExcluir
  9. Sérgio Tavares
    Achei muito interessane o seu comentário.
    Tenho questionado muito sobre minha missão e desejado muito cumprí-la nessa dimensão.
    Seu comentário foi muito significativo.
    Basta confiar no criador e Ele certamente vai nos encaminhar para isso.

    Pedro Paulino da Silva

    ResponderExcluir
  10. Adorei!! Consegui entender melhor sobre a vida,
    precisamos nos aperfeiçoar; fazer o bem, cumprir a missão que nos foi dada. Acredito que Deus tem preparado um mundo ainda perfeito e para viver neste mundo temos que atingir a perfeição.

    ResponderExcluir
  11. muito bom =D foi de ótima ajuda!

    ResponderExcluir
  12. Ótima ajuda, desejo paz e felicidade a todos, obrigado.

    ResponderExcluir
  13. Acredito ter uma grande missão nas linhas que discrevem o meu destino, pelo simples fato de ter estado próximo de morrer mor 5 vezes, entre elas ter sido atropelado por 2 vezes, quase ter tido minha cabeça decepada pelo vidro da janela de meu quarto e por quase ter tido minha certidão de óbito em mãos de minha mãe em meus poucos meses de vida. Como se não bastasse, tenho tido visões, contatos cada vez mais constantes com pessoas que não vejo por muito tempo, apenas por pensar nas mesmas, além de um sonho cujo o qual intitulei de O CHAMADO. Vou explicar: Atendi uma cliente em sua residência, sou técnico em informática, e enqunto eu resolvia o problema do pc dela, conversava-mos sobre religião, ela e evangélia da Assembleia de Deus, respeitosamente a ouvi, e pela primeira vez as palavras de uma evangélica me causou uma sensação fora do comum. Quando dormi, já por volta das 5 horas tive um sonho: Eu estava caminhando numa praia de mãos dadas com um garotinho loiro que em muito se parecia comigo, do lado do garoto havia um lindo tigre, e da areia da praia até o alto-mar, havia um homem colocando em um outdoor as palavras: ISUS ILUSAIS, e quando acordei fique com estas palavras em minha mente, daí pesqusei no google e descobri que Isus Ilusais significa: JESUS O MAIS BONITO. E isto tem me deixado ainda mais confuso. gostaria que comentassem se possível for.
    Grato, Sérgio Santos.

    ResponderExcluir
  14. Olá Sérgio, que comentário interessante o seu.

    É bom darmos atenção as lições de vida que recebemos durante os sonho, momento em que estamos emancipados.

    Eu mesmo, já acordei com algumas recomendações de autores, a primeira vez foi de Marcel Souto Maior, quando pesquisei, descobri que foi o biógrafo de Chico Xavier.

    A segunda vez foi Cézar Lombroso, que eu também não conhecia, e só mais tarde descobri que foi importante criminalista e estudioso espírita. Pretendo ler a obra Hipnotismo e Mediunidade, de sua autoria.

    Veja o artigo que escrevi falando sobre isso
    Lições de Vida e Revelações Durante os Sonho.

    ResponderExcluir
  15. Muito bom o artigo! Gostei da humildade e clareza do autor ao expressar seu entendimento sobre a pauta central da questão! Obrigado pelo artigo!

    ResponderExcluir
  16. Excelente! Simples e objetivo. Faz bastante sentido para mim, as considerações do autor. Obrigado!

    ResponderExcluir
  17. slá se fui eu q inventei da minha cabeça ou o q mais na hr do teste la de imaginar-se nun caixão, eu imaginei meu irmão quem eu acho q mais me odeia dizer '' ela veio ao mundo e compriu sua missão espalhar amor aonde passava''.

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Nos espíritos encarnados ja tivemos mais de dois mil anos, para aprender e entender o que o Cristo veio nos ensinar, nao ha tempo mais para ter duvidas de qual é a nossa missao na Terra... amar, amar e amar o proximo sem perder mais tempo...temos que agir em prol da espiritualidade que sempre esteve ak nos auxiliando ... vamos irmaos queridos vamos trabalhar na seara do senhor e ajudar os mais necessitos é tempo de agir .... muita paz

    ResponderExcluir
  20. Ótimo texto.
    Eu infelizmente tenho um sério problema: auto-piedade.
    Meu espirito anseia por grandes obras, por mudanças. Parece-me que não sou digna de tais obras, e muito menos para causas mais triviais como apoiar um marido ou educar filhos. Sou deslocada de tudo!
    Por mais que queira do fundo do meu coração algo, simplesmente sinto pena de mim mesma. Pois por mais que ame a Deus, sinto que não tenho a ninguém para ao menos consolar-me.
    Não me leve a mal, acredito que seja muito linda por dentro, eu me emociono com as mais variadas situações, não suporto ver alguém triste, e não consigo ser rancorosa. Tenho pequenos e maravilhosos sonhos, como adotar várias crianças, ajudar de alguma forma aos oprimidos, conhecer todo o mundo, todas as culturas, todas as comidas, e milhares de sorrisos.

    Se poder falar comigo estaria agradecida.
    rafaelaferrero96@gmail.com
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que tal na política quem sabe vc consegue mudar as coisas!

      Excluir
  21. Esta publicação pode ter me auxilliado, ou não...
    No momento tenho 17 anos, sinto vontade de realmente saber qual minha missão, mas creio estar muito distante de conseguir executá-la. Eu tenho uma suspeita das coisas que devo fazer, daquilo que creio ser certo, mas tem algo que me impede, a vergonha. Sou um sujeito muito orgulhoso com relação a determinadas coisas, embora eu sei que a maioria das pessoas que eu conheço (pessoas não tão próximas a mim) estão passageiramente em minha vida, tenho muita vergonha sobre aquilo que elas podem pensar de mim.
    Muitas vezes me sinto sozinho, sempre quando dou rizada de algo engraçado, sinto falta de alguém para rir comigo, ou então quando vejo ou ouço qualquer outra coisa interessante, sinto falta de alguém com quer partilhar o sentimento que tive ao presenciar essa coisa, alguém que entenda o que senti, e que sinta o mesmo que senti.
    As vezes penso que sou a pior pessoa do mundo, por muitas vezes pensar soar falso, ou então, quando tenho uma auto piedade de mim.
    Queria deixar de sentir pena de mim mesmo, conseguir expressar meus sentimentos com outras pessoas.
    Me preocupo muito em saber se os indivíduos próximos a mim sintam-se confortáveis. Se estão confortáveis sinto-me feliz, mas quando não estão, sinto como se eu fosse o motivo de seu desconforto, então procuro me afastar e me isolar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pode ser bobagem mas quando li suas palavras acho que vc tem tudo a ver com cinema.....filme teatro.... tipo assim vc pode compartilhar com os outros suas sensaçoes

      Excluir
    2. meu filho mais novo é parecido com voce, mas isso é timidez, como nossa amiga disse, faça um curso de teatro que vai ajudar a desinibir, e não pense nos outros , o que eles vão achar, pense em voce mesmo, que se dane os outros, começe a participar de algum grupo , de qualquer coisa que voce goste, interaja com as pessoas, voce vai se sentir muito bem...e procure ler muito sobre a mente humana e comportamentos....

      Excluir
    3. Sabe Bento, acho que devíamos ter uma rede de espíritos com esse mesmo problema.
      Quantos de nós não nos sentimos solitários ou diferentes dentro de nossas famílias.
      Mas saiba que tudo isso é normal, e identificar o orgulho é o primeiro passo para minimizá-lo, sim, minimizar, pois irá se transmutar em humildade.
      Grande abraço a todos, muita paz!

      Excluir
  22. O artigo me chegou por uma busca,no Google. Em um momento em que me pergunto depois de tantas coisas, o pique de minha existência, qual a razão ou missão possível que não estou enxergando. Foi um alento.

    ResponderExcluir
  23. Muito bom,uma pergunta que fazia desde que descobri a doutrina,
    adorei.

    ResponderExcluir
  24. Excelente artigo. Me fez refletir muito sobre as coisas que tenho feito. Assim descobri que preciso mudar o foco das minhas obras, para poder atingir o real sentido da nossa existência que é amar a Deus e ao próximo como a ti mesmo.

    ResponderExcluir
  25. Amei o artigo. Minha situaçao e essa,sinto uma obrigaçao forte em mim de algo que nao sei ainda...mas o caminho e esse. Agradeço.

    ResponderExcluir
  26. Amei o artigo. Minha situaçao e essa,sinto uma obrigaçao forte em mim de algo que nao sei ainda...mas o caminho e esse. Agradeço.

    ResponderExcluir
  27. Perseverar nos nossos propósitos, estudar muito, buscar a excelência no servir, não poluir a natureza (rua, praia, campo, rios, evitar julgar alguém pois não seremos cobrados pelos erros dos outros, evitar negar auxílio, conforme as leis da justiça e do amor: se pelo caminho houver sofrimento, oferecer essa dor ao Pai, que a todos consola e não nos pede nada que não possamos fazer, inclusive amá-lo sobre todas as coisas e ao próximo, como a nós mesmos.

    ResponderExcluir
  28. Ora, fazer o bem a todos e a tudo é minha missão.

    ResponderExcluir
  29. Ora, fazer o bem a todos e a tudo é minha missão.

    ResponderExcluir
  30. Deus me indicará minha missão na hora certa, não será nem um minuto antes, nem segundo depois.

    ResponderExcluir
  31. Sinto-me grata por ter encontrado este artigo nas buscas do google. Há algum tempo estou em busca da minha verdadeira missão aqui na Terra. Às vezes acabamos nos preocupando demais em encontrar um missão grandiosa e acabamos nos esquecendo das pequenas coisas do dia a dia, bem como das pessoas que estão a nossa volta e que poderão ser beneficiadas com nossas atitudes.

    ResponderExcluir
  32. quando eu faço perguntas do tipo: Se eu morresse hoje, como eu me sentiria? Estaria pronta para ir? Quais assuntos pendentes ficariam? Quais emoções negativas eu sentiria? Por que eu não fiz isso ainda? E esta última é a pior de todas, porque eu sei o que fazer, mas não consigo, não sei o que me impede, se egoismo ou outra coisa. Sou mt introvertida, pouco comunicativa, principalmente quando tenho que me comunicar para várias pessoas. Até sei a razao disso: tenho medo de errar, Em tudo que faço, tenho medo de errar. Respiro fundo, tento manter a calma, mas na maioria das vezes, o medo me toma. E tudo isso me faz mal quando percebo, e o pior que quero mudar e não consigo.
    alextorressp@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho refletido muito sobre isso, sobre a razão de tentarmos e não conseguirmos melhorar, e criei uma metodologia progressiva, inclusive lançarei um e-book completo com ele, mas ainda estou corrigindo os erros de português.

      Criei um fórum de discussão para que nos ajudemos a evoluir juntos. É o seguinte:

      http://www.divulgacaoespirita.com.br/senda/

      Se quiser, cadastre-se lá para mantermos um papo sobre o assunto.

      Grande abraço, paz e luz.

      Excluir
  33. muito bom mesmo.
    A maioria busca Deus fora, numa religião, passam a vida toda lá e não muda nada, penso que Deus está dentro de cada um de nós, somos um Deus vivo, somos parte de Deus.
    Melhoramos nós em primeiro lugar , nós temos que evoluir , que o mundo dá tudo que queremos e precisamos.....

    ResponderExcluir
  34. muito bom mesmo.
    A maioria busca Deus fora, numa religião, passam a vida toda lá e não muda nada, penso que Deus está dentro de cada um de nós, somos um Deus vivo, somos parte de Deus.
    Melhoramos nós em primeiro lugar , nós temos que evoluir , que o mundo dá tudo que queremos e precisamos.....

    ResponderExcluir
  35. muito bom mesmo.
    A maioria busca Deus fora, numa religião, passam a vida toda lá e não muda nada, penso que Deus está dentro de cada um de nós, somos um Deus vivo, somos parte de Deus.
    Melhoramos nós em primeiro lugar , nós temos que evoluir , que o mundo dá tudo que queremos e precisamos.....

    ResponderExcluir
  36. muito bom mesmo.
    A maioria busca Deus fora, numa religião, passam a vida toda lá e não muda nada, penso que Deus está dentro de cada um de nós, somos um Deus vivo, somos parte de Deus.
    Melhoramos nós em primeiro lugar , nós temos que evoluir , que o mundo dá tudo que queremos e precisamos.....

    ResponderExcluir
  37. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  38. Eu procurava por palavras... Tive uma infância conturbada com madrasta, que tempo depois entendo que algo posso ter feito no passado... mas, como cresci sem estrutura para a vida, somente a conheci depois dos 18 anos e deixei a vida me levar... hoje graças a Deus tenho um marido companheiro e um lindo filho, mas vejo tão perdida, sem saber qual a minha missão em vida, pessoas que posso sempre estendo as mãos, mas profissionalmente como pessoal ainda não me encontrei, o que tento fazer parece que não "vai" algo prende..

    Queria entender e saber se tem uma maneira de trabalhar isso, é tão angustiante chegar aos 28 anos e ver que não construi e conquistei nada, fora claro meu presente que foi a minha família!

    Se puder me sugerir algo que possa me abrir caminho, fico agradecida.
    Muita paz e saúde! Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vanessa, eu ainda não consegui encontrar um objetivo maior que evoluir, por isso criei um livro que ainda não lancei, mas criei um fórum voltado para a evolução moral, onde podemos conversar sobre isso.

      A Senda Espírita da Evolução http://www.divulgacaoespirita.com.br/senda/

      Excluir

Regras: Mensagens que de alguma forma forem ofensivas a pessoas, sites, ou ao espiritismo, não serão publicadas.

Obrigado por comentar.


Seguidores